quinta-feira, 3 de março de 2011

Projeto de Lei propõe a criação de creches domiciliares

Olá a todas e todos!
O projeto de Lei no. 75/2011 de autoria do Deputado Luiz Pitiman (PMDB - DF) estimula a criação de creches domicialiares para crianças de até 3 anos.
Em um momento histórico que estamos avançando nas discussões sobre a importância da qualificação do profissional que irá trabalhar com os bebês, esse projeto é um GRANDE RETROCESSO!!!
Conforme o projeto, os responsáveis pelas creches receberão auxílio financeiro das prefeituras de acordo ao número de crianças atendidas, com recursos destinados a programas sociais.O projeto prevê também que aqueles que tiverem interesse em transformar as suas casas em creches deverão ter no mínimo ensino fundamental  e farão curso de 20 horas relacionados a higiene, nutrição, recreação e acolhimento.
Precisamos nos manifestar o mais rapidamente possível contra mais esse ABSURDO relacionado a políticas públicas para a infância.
O Comitê diretvo do MIEIBI (Movimento inter-fóruns de Educação Infantil do Brasil) organizaou um abaixo assinado virtual para aqueles que estão contrários a esse projeto. Assinem e DIVULGUEM!!!

Segue o link para a íntegra da proposta: http://www.camara.gov.br/internet/sileg/Prop_Detalhe.asp?id=491004

Um abraço chocado!

9 comentários:

  1. Então se já não basta as creches domiciliares, agora estão aprovando outra lei para que as crianças não tenham mais férias em janeiro, ou seja, virão para creche neste período também,será que haverá um abaixo assinado para isso, porque imagina!! Elas não terão mais descanço??

    ResponderExcluir
  2. choquei se em vez de fazer isto porque não dar mais atenção nas creches que já temos que por sinal poucas creches para a demanda de criança que exite isto sim é uma vergonha bjs

    ResponderExcluir
  3. E a criança como fica?
    As creches conveniadas são são uma piada de mal gosto, cada vez menores, sem contato com a natureza e muito concreto, já é ruim e agora vemos que pode ficar ainda pior, só falta agora termos de volta as mães crecheiras.
    Éh, quem reclamara que os poderosos nada fazem para a educação infantil caminhar... errou, ela caminha só não percebeu que está indo na contra-mão!

    ResponderExcluir
  4. Olá, fiquei pasma agora! Nossa!!!
    Não sei se fiz bem mas copiei seu texto pra divulgar no meu blog tb! ... Beijokas!

    ResponderExcluir
  5. Professora Rosangela (Navegantes /SC)7 de março de 2011 20:02

    Nossos legisladores não cansam de nos surpreender com suas idiotices. Se não bastasse o estado de penúria que boa parte das creches e pré escolas se encontram em todo o país, do número absurdo de crianças por adulto nas creches, da ausência de espaços adequados para o desenvolvimento das crianças, do sucateamento dos recursos a serem utilizados (as crianças brincam todo tempo com sucatas...); esse "senhor", vem jogar por terra todo um processo de profissionalização que, ainda, busca por sua efetivação ... A proposta desse, quero crer, ignorante das coisas e necessidades das crianças na faixa etária da educação infantil,demonstra o pouco caso que o país tem pela CRIANÇA. Servimos elas e nós professores, pedagogos, educadores de CRIANÇAS da Educação Infantil, como os demais níveis de escolarização, para falação em palanques políticos, no mais, somos tratados de forma desrespeitosa .
    Mais do que um abaixo assinado, devemos fazer um levante , contra essa bandeira do retrocesso!!! Professora Rosangela.

    ResponderExcluir
  6. Oi Leticia!
    Fique a vontade para reproduzir a postagem no seu blog. É importante que divulguemos esse absurdo.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Prô!

    Engraçado como as coisas no Brasil andam na contramão, não é? Tudo aqui é prioridade (Copa do Mundo, Olimpíadas, Pré Sal etc.) mas, quando se trata de educação, especialmente a infantil, "qualquer coisa serve".
    Também divulguei no meu blog http://estanteeducacao.blogspot.com/
    Vamos lutar contra isso.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. E lamentavelmente esse projeto de lei com certeza receberá o apoio, inclusive a aceitação e realização de muitos envolvidos porém, não comprometidos por causa do auxilio financeiro concedido sem ao menos refletirem nas necessidades do principal ator: a criança que deveria ser mas não é levada em consideração.

    ResponderExcluir
  9. Infelizmente o governo mais umavez tenta se eximir de sua responsabilidade. E coloco aqui um questionamento: Se de um lado querem aprovar um projeto desses, como o governo sanciona a PROVA PARA INGRESSO NA CARREIRA DOCENTE? um tanto quanto paradoxo, não?
    Se dentro das creches vemos que há pessoas especializadas e mesmo assim ocorrem barbáries, como violência contra a criança. Imagina-se então colocar uma criança em ambiente que não se sabe se será propício e nem se a criança será realmente educada.

    ResponderExcluir

Olá! Comente aqui sua opinião!